segunda-feira, 11 de março de 2019

Anjo: “quero saiba o mundo até onde chegam as trevas”

São Miguel Arcanjo, estátua no topo do Castel Sant'Angelo, Vaticano
São Miguel Arcanjo, estátua no topo do Castel Sant'Angelo, Vaticano
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs





continuação do post: Pe. Palau: o diabo corrompeu a Igreja por dentro



Após a manifestação atribuída didaticamente a um anjo e citada em post anterior, o Beato Palau endereçou uma segunda carta ao Pe. Pascual de Jesus Maria, Procurador Geral em Roma da Ordem do Carmo.

Na primeira carta, em linguagem figurada, imaginava o anjo do capítulo XX do Apocalipse que guarda o trono pontifício de Roma.

Esse lhe anuncia que a Cidade dos Papas ia ser castigada, e por essa via purificada.

Na segunda carta, o santo carmelita põe em boca desse anjo a instrução de visitar o Bispo de Barcelona e o Papa Pio IX para falar sobre a missão que recebera de Deus:

“Dirás ao bispo de Barcelona e ao Pontífice Pio IX: “a hora da batalha já soou, isto manda Deus, expulsai os demônios e curai os estragos e enfermidades causadas por eles.

“Se não te creem, te retirarás, obedece a seus mandatos, se não ouvem minha voz, eu me retirarei de Roma e entregarei a cidade em poder dos demônios péssimos que a rodeiam.

“Cumpre esta missão e marcha à tua gruta de Barcelona.

“Eu conduzirei ali todos os príncipes infernais do país que, visíveis nos corpos humanos desafiam visivelmente à luta o poder da Igreja.

“Lança tu os demônios ao inferno e ‘infirmos curate’.



O padre Palau hesita, dizendo:

Queda dos anjos rebeldes. Nicolás Francés (1390 - 1468). Cincinnati Art Museum.
Queda dos anjos rebeldes. Nicolás Francés (1390 - 1468). Cincinnati Art Museum.
“– Eu? Não, este ministério está reservado ao bispo.

“– És tu exorcista?

“– Sou.

“– Pois se és, tu darás conta do sangue e das vítimas que gemem e perecem entre as garras do dragão infernal.

“Cumpre teu dever, que consiste em denunciar à autoridade eclesiástica os demônios que visíveis nos corpos humanos provocam à luta os exorcistas...”

Nova hesitação do Padre:

“– Não há fé neste lugar. Os demônios e o mundo, todos em peso e em massa, se levantarão contra.

“– Eu estarei contigo. Eu varri os céus dos anjos maus e saberei defender-te contra os homens.

“Antes de retirar-me de Roma e abandoná-la ao furor dos demônios, eu quero tentar e provar sua fé, quero revelar e descobrir a incredulidade, quero saiba o mundo até onde chegam as trevas...

“Acaso não foi dado à Igreja, representada nos exorcistas, plenitude de poder sobre todos seus inimigos?: “ecce ego dedi vobis potestatem super omnem virtutem inimici” (Lc 10, 19). Que uso se faz desta autoridade?

“Já o verás logo...”

Beato Francisco Palau y Quer O.C.D.
Beato Francisco Palau y Quer O.C.D.
Foi assim que no ano 1866, o Pe. Palau enviou cartas dirigidas diretamente ao Papa Pio IX.

Numa missiva datada de 17 de dezembro do mesmo ano, acrescentou três documentos que contêm seus argumentos sobre a necessidade de se criar o exorcistado para conter o avanço dos demônios e da Revolução.

A Europa estava em plena efervescência revolucionária e a Igreja sob ataque direto das forças secretas.

Em setembro de 1870, Roma foi invadida, o Papa se refugiou como prisioneiro na Cidade do Vaticano.

 O Vaticano só voltou a ser reconhecido como Estado independente em 1929 pelo Tratado de Latrão.

O Beato Palau cumpriu sua missão: avisou as autoridades sobre a necessidade da institucionalização do exorcistado, mas não foi ouvido e as penosas consequências se fazem sentir em nossos dias.

Sob a luz deste imenso drama, as profecias que o Pe. Palau formulou sobre o Restaurador, que reproduziremos em próximos posts, adquiriram acrescida importância.



(Todas as citações são de: Pe. Francisco Palau y Quer O.C.D., “Obras Completas”, edição digital. Carta ao Pe. Pascual de Jesus Maria, Procurador Geral em Roma da Ordem do Carmo, págs. 1223/1224.)



9 comentários:

  1. O beato Palau já no final do século XIX (1800) tinha notado a intensidade da atividade demoníaca no mundo, associada à atividade ímpia das sociedades secretas. Certamente seu desejo e empenhos de expandir e organizar o exorcistado eram algo inspirado por Deus. Mas Deus, nos seus insondáveis desígnios, permitiu uma grande provação à Igreja e à humanidade no século seguinte: século XX, que é chamado de século de Satanás, não a toa, visto o crescimento alarmante da iniquidade que se deu nesse século. A visão de Leão XIII confirma isso. Vejam, por exemplo, o seguinte vídeo em inglês:

    THE VISION OF POPE LEO XIII: SATAN'S CENTURY
    https://youtu.be/v_RGaFxdos8

    Agora passado o século XX, começa a surgir uma consciência da importância do ministério do exorcismo na Igreja. Em alguns países, essa consciência está mais bem formada e existem mais exorcistas. Em outros, como no Brasil, começam surgir algumas iniciativas para dar resposta à falta de exorcistas. Mas, diante do tamanho continental do país e das necessidades cada vez maiores, é de se desejar que seja dada mais atenção e esforços no sentido de aumentar o número de exorcistas no país, em cada diocese do país.

    ResponderExcluir
  2. O beato Palau já no final do século XIX (1800) tinha notado a intensidade da atividade demoníaca no mundo, associada à atividade ímpia das sociedades secretas. Certamente seu desejo e empenhos de expandir e organizar o exorcistado eram algo inspirado por Deus. Mas Deus, nos seus insondáveis desígnios, permitiu uma grande provação à Igreja e à humanidade no século seguinte: século XX, que é chamado de século de Satanás, não a toa, visto o crescimento alarmante da iniquidade que se deu nesse século. A visão de Leão XIII confirma isso. Leão XIII viu Satanás diante do trono de Deus pedindo ao Altíssimo um tempo de prova para a Igreja. Não é mera coincidência que no século XX o ministério do exorcismo tenha quase desaparecido. Mas, agora que iniciamos, o século XXI que a Providência Divina possa suscitar exorcistas onde houver maior necessidade deles.

    ResponderExcluir
  3. Escrevi um novo comentário, caso o meu primeiro não tenha sido aprovado.

    ResponderExcluir
  4. Merece destaque este trecho do diálogo do santo com o anjo:

    “– Eu? Não, este ministério está reservado ao bispo.

    “– És tu exorcista?

    “– Sou.

    “– Pois se és, tu darás conta do sangue e das vítimas que gemem e perecem entre as garras do dragão infernal.

    Esse diálogo nos dá a entrever a gravidade, senão o grande sofrimento das pessoas que sofrem de possessão ou de alguma outra forma de distúrbio diabólico. Infelizmente nos dias de hoje essa consciência está apagada, salvas as raras exceções. Muitas vezes as pessoas oprimidas ou possuídas pelo demônio são confundidas com pessoas que sofrem de algum transtorno mental; o exorcismo é, então, negado a essas pobres pessoas que têm de suportar um sofrimento terrível, incompreendido pela maioria das pessoas. Exorcistas como o Pe. Malachi Martin e como o Pe. Gabriele Amorth denunciaram esse grande sofrimento.

    ResponderExcluir
  5. Tem uma entrevista interessante com um exorcista mexicano sobre o ministério do exorcismo. Vejam!
    Ele fala de cura e libertação, não para confundir o exorcismo com orações de cura e libertação, mas, ao meu entender, porque hoje em dia a Igreja costuma referir-se ao exorcismo apenas quando se trata do ritual do exorcismo.
    Fray Leobardo y su Ministerio de Sanación, Exorcismo y Liberación
    https://youtu.be/acARokegkQA

    ResponderExcluir
  6. "Expulsai os demônios e curai os estragos e enfermidades causadas por eles." Interessante o ensinamento que essas frases dão. Dito em outras palavras os demônios causam estragos e enfermidades, isto é, em suas vítimas, dá-se a entender. Por incrível que pareça à mentalidade moderna, o demônio é capaz de causar enfermidades. Daí que uma pessoa com uma doença mental ou um transtorno psiquiátrico não deveria ser excluída do exorcismo.

    ResponderExcluir
  7. O beato Palau fala de Roma entregue aos demônios em caso de desobediência às ordens divinas. Isso me faz lembrar da mensagem de La Salette que diz "Roma se tornará a sede do Anticristo."

    Essa concordância entre os escritos do beato Palau e a mensagem de La Salette são uma concordância sobrenatural, inspirada por Deus, ou o beato já tinha conhecimento da mensagem de La Salette?

    O que estava acontecendo em Roma naquele tempo que fazia o beato ter esse temor?

    Hoje em dia, quando vemos a crise moral e doutrinária por que passa a Igreja, damos razão as profecias do beato Palau.

    ResponderExcluir
  8. Veja!
    Será que é um fenômeno de origem divina ou diabólica?
    Não poderia deixar de fazer essa questão, porque a imagem ficou muito feia com o sangramento!

    Mexicanos estão preocupados por imagem do Menino Jesus chorar sangue
    https://www.rainhamaria.com.br/Pagina/23435/Mexicanos-estao-preocupados-por-imagem-do-Menino-Jesus-chorar-sangue

    ResponderExcluir
  9. Veja!
    O Magistério dos Papas sobre a realidade do demônio
    https://www.vaticannews.va/pt/papa/news/2019-03/papas-diabo-magisterio.html

    ResponderExcluir