segunda-feira, 17 de maio de 2021

Quinto motivo: os poderes da Terra oprimirão a Igreja

Nossa Senhora do Bom Sucesso.
Nossa Senhora do Bom Sucesso.
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs







Continuação do post anterior: Quarto motivo: desfazimento da família



“O quinto motivo porque se apagou a lâmpada é porque o descuido das pessoas que possuindo grandes quantias de riquezas, verão com indiferença oprimida a Santa Igreja, perseguida a virtude, triunfante a maldade sem empregar santamente suas riquezas na destruição do mal e na restauração da Fé, e por essa indiferença do povo em deixar que pouco a pouco se apague o nome de Deus, adquirindo-se o espírito do mal, entregando-se com liberdade a todos os vícios e paixões.

“Ah! querida filha, se fosse permitido viver nesses aziagos tempos, tu morrerias de dor a ver realizado tudo que a ti é manifesto e tanto é o amor que meu Filho Santíssimo temos a estas terras que são herança nossa, que queremos desde agora, pedimos desde agora a aplicação de teus sacrifícios e orações para diminuir este tempo, a duração desse tempo de tão terrível catástrofe”.

A profecia denuncia muito claramente um mal gênero de ricos. Ser rico em si mesmo não é um mal. O mal está no abuso que se pode fazer com as riquezas.

Imagem procissional de São José de Arimateia, igreja de São Tiago, Zambales, Filipinas.
São José de Arimatéia doou o pano para o Santo Sudário
e doou o Santo Sepulcro para Nosso Senhor,
igreja de São Tiago, Zambales, Filipinas.
No Evangelho encontramos exemplos muito claros disso. Por exemplo a descrição das bodas de Canaã nos fala de uma mesa esplendida com muitos servidores e bom vinho que aliás acabou.

Nosso Senhor não hesitou em participar nesse banquete de núpcias e, quando o vinho bom acabou, Ele mandou multiplica-lo e ainda com maior qualidade que o anterior.

São José de Arimateia era também um potentado que auxiliava aos Apóstolos e doou um caríssimo tecido que serviu para ser o Santo Sudário que hoje se venera em Turim.

E muitos foram os santos reis, imperadores, senhores, grandes fazendeiros, industriais que usaram suas justas e abundantes ganancias para fazer o bem, multiplicar as obras de caridade, auxiliar seus empregados ou súditos, etc.

Infelizmente, na nossa época abundam os que fazem mal uso de suas riquezas, e até as acumulam de modo censurável.

Alguns desses cressos se destacam financiado Fundações que promovem o aborto e outros atentados contra a moral e a família, ou contra a propriedade privada financiando partidos de linha socialista ou comunista.

A esses se aplicam as palavras “verão com indiferença oprimida a Santa Igreja, perseguida a virtude, triunfante a maldade sem empregar santamente suas riquezas na destruição do mal e na restauração da Fé”.

Esquina do convento em Quito. Maus governantes já tentaram fechá-lo
Esquina do convento em Quito. Maus governantes já tentaram fechá-lo
Essa indiferença dos altos poderes econômicos explica o o avanço do comunismo e seus satélites como o “socialismos do século XXI”, etc.

Parecem que não consideram o aspecto religioso e o antinatural do comunismo. Face a ele pregam fórmulas entreguistas do gênero “queda das barreiras ideológicas”.

Do comunismo no máximo não aceitam algumas consequências econômicas, mas o aspecto religioso e o igualitarismo social radical pouco lhes importa. Tampouco ligam se a Igreja é oprimida como faz por exemplo o regime comunista chinês, ou o socialismo venezuelano.

Se as elites sociais e eclesiásticas não reagem ao comunismo, o povinho vai se deixando penetrar por seus males.




2 comentários:

  1. Infelizmente as pessoas se esquecem de que haverão de dar contas de suas obras na hora de sua morte e no dia do Juízo Final.

    ResponderExcluir
  2. Boa noite o Senhor está ciente do atual Papa é um Comunista ?

    ResponderExcluir