segunda-feira, 10 de março de 2014

Concordância de La Salette com a comunicação mística ao Beato Padre Eustáquio – 2

Jesus Cristo ao Beato Padre Eustáquio:  “Ó astúcia diabólica, que inclinou o povo mais para o lado do mau espírito do que para o lado do próprio Deus!”.
Jesus Cristo ao Beato Padre Eustáquio:
“Ó astúcia diabólica, que inclinou o povo
mais para o lado do mau espírito do que para o lado do próprio Deus!”.
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs






continuação do post anterior: Concordância de La Salette com a comunicação mística ao Beato Padre Eustáquio – 1


Ó astúcia diabólica, que chegou a tal ponto que soube inclinar o ouvido do povo mais para o lado do mau espírito do que para o lado do próprio Deus!

“Vê como as guerras rebentam em toda parte, como cresce cada vez mais o ódio entre os povos, vê como aumenta a falsidade nos corações, diminuindo, a olhos vistos, a fé nas almas, e os estragos espirituais que em todas as classes do povo aumentam de dia para dia.

“E os médiuns que tomam o lugar dos santos, falam, escutam e enganam o próximo.

“E aí se vai a fé, se vai a religião, se vai a amizade com Cristo.

“E chegam as multidões a tomar confiança com quem não é de Cristo, e a perversidade torna-se o hábito natural destas pessoas.

“E aproveitando-se das misérias humanas, lançam-se sobre as criaturas doentes que, no desespero de suas moléstias e na falsa esperança de um pequeno alívio, entregam-se de corpo e alma ao cruel demônio que não somente lhes compromete a saúde do corpo, mas o que é pior, a salvação de suas almas.

“Ó mal, ó mal extremo que se arraigou nas almas de tantas e tantas pessoas!

Queda dos anjos rebeldes, detalhe. Pieter Bruegel o Velho (1525-1569). Royal Museums of Fine Arts, Bruxelas
Queda dos anjos rebeldes, detalhe.
Pieter Bruegel o Velho (1525-1569).
Royal Museum of Fine Arts, Bruxelas
“Chegou a hora em que as guerras hão de se abrir contra tantas pragas, contra os maus espíritos que andam pelo mundo para perder as almas...

“Vá, meu filho, com franqueza e liberdade em combate a este grande mal. Sê o Moisés de hoje; que livres teu povo dessa péssima escravidão!

“Revoltar-se-ão contra ti, pois o dedo será posto na ferida.

“Mas, as curas que em meu nome operares, destruirão os fenômenos diabólicos com que obcecaram o meu bom povo.

“Ao teu lado andará o meu pai nutrício, cuja proteção escolhi sobre nossa casa de Nazaré e sobre a minha Igreja, que se fundou sobre a pedra sólida e inamovível da verdade e da santidade.

“Invoca a S. José com toda a confiança,  invocá-lo, junto com sua Santa Esposa, Maria SS., e o mal se extinguirá e a fé se tornará de novo florescente e crescente nas almas, nos lares, nas sociedades do mundo inteiro.”

Subscrito: São José, rogai por nós. – Saúde e Paz a todos – saúde ao vosso corpo, mas antes de tudo, paz a vossas almas.

Os meios que Nosso Senhor, de modo especial, me inspirou são: o ministério sacerdotal, a oração, a pregação e a visita aos doentes e a todos que sofrem.

E peço, humildemente, a todos os meus superiores eclesiásticos, religiosos e civis, para me auxiliares na minha santa missão, para que a graça de Deus venha para tantos que sofrem e tantos que se perdem.

O humilde servo em Cristo:

Pe. Eustáquio van Lieshout, SS.CC.”

(Fonte: livro “Padre Eustáquio van Lieshout SS.CC.”, de autoria do Pe. Venâncio Hulselmans SS.CC., apud Helio Viana “Padre Eustáquio” in CATOLICISMO)