segunda-feira, 30 de agosto de 2021

A via de Marie des Vallées, esperança para o mundo em desvario

Soeur Marie des Vallées assiste à Missa de São João Eudes. Chapelle Notre Dame de la Roquelle
Soeur Marie des Vallées assiste à Missa de São João Eudes.
Chapelle Notre Dame de la Roquelle
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs








Continuação do post anterior: A mensagem do Sagrado Coração de Jesus e o SIM real que poderia ter mudado a História



Uma das horríveis consequências da recusa do rei Luís XIV ao convite do Sagrado Coração de Jesus foi a demolição da obra que os grandes santos mencionados vinham realizando.

São Luís Grignion de Montfort morreu limitado a pregar em apenas duas dioceses e viu a sua derradeira obra – o Calvário de Pontchâteau – demolida por ordem do próprio rei.

Tudo pareceu perdido. Até seu famoso Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem ficou esquecido e perdido após a morte do santo autor em 1716.

Somente por volta de 130 anos depois foi redescoberto. Foi achado em 1842 poucos anos antes da Santíssima Virgem aparecer em La Salette em 1846.

segunda-feira, 23 de agosto de 2021

A mensagem do Sagrado Coração de Jesus
e o SIM real que poderia ter mudado a História

Santa Margarida Maria Alacoque recebe apelos do Sagrado Coração de Jesus a Luís XIV, San Rufo, Rieti, detalhe
Sta Margarida Maria Alacoque recebe apelo do Sagrado Coração de Jesus a Luís XIV,
San Rufo, Rieti, detalhe
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs








Continuação do post anterior: Sœur Marie des Vallées, “o caso dos venenos” e o drama de Luís XIV



O “Caso dos Venenos” desvendou que a Corte do Rei Sol estava luciferinamente infestada pelo iluminismo, que prolongava o naturalismo renascentista neopagão e sensual.

O rei esplêndido ficou abalado em seu laicismo ao descobrir a influência do preternatural na Corte das Luzes por ele criada.

Um mundo preternatural no qual aparentemente ele não acreditava agia em volta dele na surdina e com procedimentos estarrecedores.

Ao mesmo tempo, algo inimaginável acontecia longe de Versailles: o Sagrado Coração de Jesus aparecia a uma humilde religiosa de um convento pouco conhecido e enviava históricas mensagens a Sua Majestade.

As mensagens — hoje famosas — foram comunicadas a Santa Margarida Maria Alacoque, religiosa no convento da Ordem da Visitação em Paray-le-Monial, na Borgonha.

A Ordem da Visitação foi fundada por São Francisco de Sales, um dos precursores da Escola Francesa de Espiritualidade, a qual Sœur Marie des Vallées elevou a um novo requinte com a doutrina sobre a “troca de vontades”.

sexta-feira, 13 de agosto de 2021

Assunção de Nossa Senhora: auge de glória que culminará no Juízo Final

Assunção de Nossa Senhora. Ambrogio Bergognone (1470 - 1523-1524), Metropolitan Museum of Art, NYC
Assunção de Nossa Senhora.
Ambrogio Bergognone (1470 - 1523-1524),
Metropolitan Museum of Art, NYC
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs



Os antigos falavam de festa de Assunção de Nossa Senhora como a de Nossa Senhora da Glória.

No Rio de Janeiro, a Igreja lindíssima sobre o Outeiro da Glória é dedicada à Nossa Senhora da Assunção levando esse apropriado título.

Isso porque a Assunção de Nossa Senhora não é apenas o fato físico dEla deixar a terra, mas porque tendo ressuscitado, ou acordado da dormição, por virtude de seu Divino Filho e ir para o Céu, foi a maior glorificação dEla neste vale de lágrimas.

Ela passou na terra, humilde, desconhecida, apenas tendo um papel mais relevante depois da morte de Nosso Senhor, como rainha e mãe da Igreja Católica.

Depois de ter padecido toda espécie de sofrimentos, angústias, dilacerações, humilhações, foi glorificada por Nosso Senhor aos olhos dos homens, por meio de um privilégio único na história do mundo.

Foi a única mera criatura levada aos Céus pela força dos anjos.

Atravessando o céu astronômico foi conduzida de um modo misterioso para o Paraíso Celeste onde Ela está neste momento gozando de modo inenarrável da visão beatífica de Deus Nosso Senhor.

Essa glorificação foi acompanhada de indizíveis manifestações de glória.

Ela foi levada pelos mais altos querubins e serafins, portanto, pelas mais nobres criaturas puramente espirituais que servem a Deus.

Depois de se despedir dos seus, Ela foi se elevando e a certa altura, quando Ela estava num êxtase elevadíssimo começou a ação dos anjos.

Na Assunção de Nossa Senhora a natureza toda se rejubilou de um modo esplêndido.

Os céus que colorido tomaram! As estrelas como brilharam! Se em Fátima o sol pulou e mudou de cores, na Assunção de que forma se terá manifestado!

Que cânticos de anjos, que perfumes, que harmonias, que consolações interiores nas almas! A glorificação já na terra deve ter sido inefável!

O fato essencial é que Nossa Senhora deixou transparecer toda a sua glória interior.

Em sua alma santíssima Ela possuía uma dignidade, uma majestade e uma afabilidade inexprimíveis, que se externaram nesse momento de modo extraordinário, como a grandeza de Nosso Senhor transpareceu no Monte Tabor.

Como que deitava chispas de luz que apagavam o céu enquanto Ela efundia sua enorme ternura.

Nossa Senhora da Glória, Bulacan, Filipinas
Nossa Senhora da Glória, Bulacan, Filipinas
Como todas as mães que se despedem dos filhos, nesse momento deve ter derramado uma misericórdia e uma bondade supremas, porque Ela nunca mais viveria na terra e começava sua grande missão do alto do Céu.

Santa Teresinha do Menino Jesus disse que ela queria passar o Céu fazendo o bem sobre a terra.

E se isso disse Santa Teresinha, quanto pode dizer Nossa Senhora!

De lá para cá a glória de Nossa Senhora no alto do Céu não se escondeu; pelo contrário se evidencia por exemplo na construção de um número enorme de Igrejas.

São Luís Grignon de Monfort observa que não há uma Igreja na terra onde não haja um altar dedicado à Nossa Senhora.

Não há uma alma que se tenha salvo sem que tenha sido devota de Nossa Senhora.

Não há uma graça que os homens tenham recebido sem ter sido obtida pela mediação de Nossa Senhora.

A glória dEla foi crescendo e continuará fazendo-o até o fim dos séculos quando vier o Juízo Final.

No dia do Juízo Final todos vão ser julgados. Ela também.

Mas como Ela não é sujeita a nenhuma dívida e não tem falta, apenas haverá uma suprema glorificação dEla.

Vão ser evidenciadas as virtudes e os defeitos, de todas as criaturas.

O que vai ser o cântico de louvor a Ela de Nosso Senhor Jesus Cristo, do Padre Eterno e do Divino Espírito Santo, no dia do Juízo Final?

Ela vai fazer a alegria do juízo da humanidade toda. Quando a vida dos homens tiver cessado e o ponto final dos acontecimentos do gênero humano tiver terminado, Ela vai receber uma glorificação insondável.

Antes disso, ainda na nossa história terrena, Ela tem uma misteriosa comunicação com os escravos dEla.

Assunção de Nossa Senhora, Johannes, Wielki, Master of the Olkusz Poliptych, 1466-1497
Assunção de Nossa Senhora, Johannes, Wielki, Master of the Olkusz Poliptych, 1466-1497
Ela lhes comunica o amor, a coragem, a compostura, a afirmatividade, e a fé que os leva a desafiar o paganismo hodierno do mundo inteiro.

Nossa Senhora se compraz em fazer valer a glória dEla através daqueles que não são muito numerosos, mas que valem pela união interior com Ela.

Não eram muitos os que estavam presentes na Assunção dEla. Mas o fato deitou uma tal raiz na memória dos homens, que perto de vinte séculos depois um Papa proclamou o dogma de Assunção dEla num ato que vai reboar até o Fim do Mundo.

Os filhos e escravos de Nossa Senhora são uma continuidade de um passado bom que obstinadamente prossegue para frente e com a graça de Nossa Senhora há de vencer.

Essa continuidade irá até o Fim de Mundo afirmando a fidelidade do Brasil a Nossa Senhora para obter a vitória da Contra-Revolução num plano mundial.

Com a glória de Nossa Senhora nos corações, os escravos dEla afirmam que nesta meia noite do reino do demônio, já começaram a aparecer os primeiros clarões do Reino de Maria.

E que algo de irreversível está na promessa de Fátima: “No fim, o meu Imaculado Coração triunfará”. Sim, seu Coração que subiu aos Céus naquela data bendita que os católicos nunca cessarão de comemorar.



A Assunção está anunciada em maravilhosos versos poéticos das Sagradas Escrituras, notadamente do Cântico dos Cânticos, que inspiraram inumeráveis sequencias, motetes e cânticos gregorianos na Idade Média.

Esses foram retomados de forma magnífica pela música polifônica em peças hoje universalmente famosas.

Escolhemos entre muitas a sequência “Vidi speciosam sicut columbam ascendentem desuper” gregoriana que se canta na Missa da festa da Assunção pelo menos no rito tradicional.


Vidi, speciosam sicut columbam,
Eu a vi, formosa como uma pomba /

ascendentem desuper rivos aquarum, /
Subindo pelos córregos de água. /

cuius inaestimabilis odor erat nimis in vestimentis eius, /
A fragrância de seus vestidos era incomensurável. /

Et sicut dies verni circumdabant eam flores rosarum et illia convallium. /
Ela ia rodeada pelas flores das roseiras e pelos lírios dos vales Como nos dias da primavera./

Quae est ista, quae ascendit per desertum /
Quem é esta que sobe pelo deserto /

sicut virgula fumi ex aromatibus myrrhae et thuris? /
Como uma coluna de fumaça que exala odor de mirra e incenso? /

Et sicut dies verni circumdabant eam flores rosarum et lilia convallium./
la ia rodeada pelas flores das roseiras e pelos lírios dos vales Como nos dias da primavera.
Vidi speciosam. Solesmes 1934
Vidi speciosam. Solesmes 1934

Antifona

Quae est ista quae ascendit sicut aurora consurgens pulchra ut luna electa ut sol terribilis ut castrorum acies ordinata?/

Quem é esta que vai subindo como aurora nascente, bela como a lua, brilhante como o sol, terrível como um exército formado em ordem de batalha?

Aleluia.
Antiphonale synopticum
Antiphonale synopticum



Vidi speciosam  Schola Antiqua & Schola Gregoriana Hispana 
clique na foto para ouvir





Vidi speciosam 
Tomás Luis de Victoria (1548 - 1611)




segunda-feira, 9 de agosto de 2021

Sœur Marie des Vallées, “o caso dos venenos” e o drama de Luís XIV

Luís XIV quando criança
Luís XIV quando criança. Concebido como que por milagre,
estava chamado a uma altíssima união com o Sagrado Coração de Jesus
pela qual muitas almas santas ofereceram sacrifícios incomparáveis.


Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs






Continuação do post anterior: Marie des Vallées no cerne de uma rede de santos



O século de Sœur Marie – o Grand Siècle, auge do Ancien Régime – culturalmente brilhante estava carunchado pela frivolidade, a decadência religiosa, a indiferença ostentada e o cinismo erigido em virtude, notadamente nos meios intelectuais, nobiliárquicos e clericais.

Pela Concordata de Bolonha (1516) a Igreja estava subordinada ao poder temporal. Esse designava os bispos em função de interesses políticos e benesses econômicas, com desinteresse pelo bem das almas.

O Parlamento julgava a nobreza e aqueles beneficiados com privilégios, bispados e mosteiros muito procurados como fontes de renda. Era um triunfo do galicanismo.

Nesse século, que é o de Sœur Marie des Vallées, o Rei Sol Luís XIV reuniu um conjunto de artistas, arquitetos e artesãos de excepcional qualidade e inspirou uma expansão cultural que conquistou o mundo civilizado.

Até hoje, todo ano, milhões de pessoas vão visitar as maravilhas de Versailles e outras realizações do “Rei Sol”.

segunda-feira, 2 de agosto de 2021

Marie des Vallées no cerne de uma rede de santos

Nas pegadas de Marie des Vallées, São Joãu Eudes pregou que os Corações de Jesus e Maria fazem um só
Nas pegadas de Marie des Vallées, São João Eudes
pregou que os Corações de Jesus e Maria fazem um só
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs







Continuação do post anterior: Deus promete os Apóstolos dos Últimos Tempos e um dilúvio do Espírito Santo




Durante toda sua vida Sœur Marie des Vallées foi um signo de contradição. E depois de sua morte os apaixonamentos contra ela não se apaziguaram. Seus amigos, colegas e defensores continuaram sendo perseguidos.

Muitos vinham a rezar sobre seu túmulo em Coutances. O Sr Langry se fez enterrar perto dela. Vários jesuítas defenderam sua memória.

Era venerada em numerosos conventos, disputava-se suas relíquias e fragmentos de suas roupas.

Os inimigos ficaram mais agressivos, e sempre mais pérfidos. Mas os milagres se multiplicavam. Aparições lhe foram atribuídas.

Duas personalidades católicas se destacaram entre os filhos espirituais da mística de Coutances.

Um deles foi um leigo: o barão Gaston de Renty. Casado e pai de cinco filhos, o nobre Renty não pode realizar seu sonho de se tornar cartuxo.