domingo, 19 de outubro de 2014

São Francisco de Assis: ardis, cismas, perseguições,
e falso Papa vindouro

São Francisco, Verona
São Francisco, Verona
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs




Pouco antes da morte do Pai santo, ele convocou os seus Filhos e alertou-os sobre os problemas que haviam de vir, dizendo:

“Ajam com bravura, meus irmãos; ganhem coragem e confiem no Senhor.

“Em breve se aproxima o tempo no qual haverão grandes provas e aflições; perplexidades e discórdias, tanto espirituais como temporais, virão em abundância; a caridade de muitos esfriará, enquanto a malícia dos ímpios aumentará.

Os diabos terão um poder fora do usual; a imaculada pureza de nossa Ordem, e de outras, será tão obscurecida, que haverá bem poucos Cristãos que obedecerão ao verdadeiro Soberano Pontífice e à Igreja Romana com corações leais e caridade perfeita.

“Nos tempos dessa tribulação, um homem não canonicamente eleito será elevado ao Pontificado, que, com sua astúcia, empenhar-se-á em levar muitos ao erro e à morte.

“Então escândalos se multiplicarão, a nossa Ordem será dividida, e muitas outras serão totalmente destruídas, porque consentirão o erro em vez de o combater.

Extase de São Francisco, El Greco
Extase de São Francisco, El Greco
“Haverá uma tal diversidade de opiniões e cismas entre as pessoas, os religiosos e o clero, que, se aqueles dias não fossem abreviados, segundo as palavras do Evangelho, até os eleitos seriam levados ao erro, se não fossem guiados, no meio de tão grande confusão, pela imensa misericórdia de Deus.

“Então a nossa Regra e nosso modo de vida serão violentamente combatidos por alguns, e provas terríveis cairão sobre nós.

“Os que permanecerem fiéis receberão a coroa da vida; mas ai dos que, confiando somente em sua Ordem, caírem em mornidão, pois não serão capazes de suportar as tentações permitidas como teste para os eleitos.

“Os que perseverarem em seu fervor e mantiverem sua virtude com amor e zelo pela verdade sofrerão injúrias e perseguições como sendo rebeldes e cismáticos.

“Pois os seus perseguidores, instigados por espíritos malignos, dirão que prestam um grande serviço a Deus, eliminando aqueles homens pestilentos da face da Terra.

“Mas o Senhor será o refúgio dos aflitos, e salvará todos que nEle confiarem.

São Francisco, altar mor  Igreja da Ordem Terceira franciscana, São Paulo
São Francisco, altar mor
Igreja da Ordem Terceira franciscana, São Paulo.
“E a fim de serem como o seu Mestre, estes, os eleitos, agirão com confiança e com sua morte obterão para si próprios a vida eterna.

“Escolhendo obedecer a Deus e não aos homens, eles não temerão nada e preferirão perecer, do que aprovar a falsidade e a perfídia.

“Alguns pregadores manterão silêncio sobre a verdade, e outros a calcarão aos pés e a negarão.

A santidade de vida será desprezada até pelos que exteriormente a professam, pois naqueles dias Nosso Senhor Jesus Cristo lhes mandará não um verdadeiro pastor, mas um destruidor.”


O editor das “Works of the Seraphic Father St. Francis Of Assisi” que aqui citamos acrescenta a nota seguinte:
“Marcos de Lisboa e outros pensam que esta profecia teve realização no grande cisma que desolou a Igreja após a eleição de Urbano VI, no ano 1378.

“Mas também pode referir-se parcialmente a outras calamidades que se abateram sobre a Igreja nos últimos tempos”. (op. cit. p.250)
“Works of the Seraphic Father St. Francis Of Assisi”, Washbourne, Londres, 1882, pp. 248-250, com Imprimatur do bispo de Birmingham, D. William Bernard“Works of the Seraphic Father St. Francis Of Assisi”, Washbourne, Londres, 1882, pp. 248-250, com Imprimatur do bispo de Birmingham, D. William Bernard

(Fonte: “Works of the Seraphic Father St. Francis Of Assisi”, Washbourne, Londres, 1882, pp. 248-250, com Imprimatur do bispo de Birmingham, D. William Bernard).

Aos lados, reproduções do livro original em inglês. 
CLIQUE NELAS PARA AMPLIAR.

3 comentários:

  1. VAMOS PEDIR A SÃO FRANCISCO QUE NOS ILUMINE E NOS AJUDE A VER A VONTADE DE DEUS.
    BOA SEMANA

    ResponderExcluir
  2. Meu marido Anselmo Zorthea, era padre salettino. Faleceu dia 06/01/2009 em Salvador- Bahia Brasileiro, de câncer na vesícula. Sou devota de Nossa Senhora da Salette.

    ResponderExcluir
  3. Uma profecia verdadeiramente maravilhosa! Será que se realiza atualmente?
    A CÉLEBRE PROFECIA DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS ANUNCIA QUE O PAPA SERIA DESOBEDECIDO NUMA ÉPOCA FUTURA DA IGREJA
    Quanto à expressão: ... "verdadeiro Pontífice Soberano", como dizem as palavras da profecia, exprimem um discernimento entre verdeiro e falso Pontífice, porque haverá um falso Pontífice, ou seja, um falso Bispo, enganando os cristãos. Anuncia uma guerra de um Bispo falso (consagrado não canonicamente) contra um Bispo verdadeiro. O Papa é o Bispo de Roma, por isso o termo que mais relaciona entre si os personagens da profecia é "Bispo de Roma" e "Bispo não canônico".
    São Francisco disse que o verdadeiro Papa, ou seja, o verdadeiro Bispo de Roma, não seria obedecido. Acrescentando, para que ninguém tivesse dúvidas de que esse Pontífice é o Papa, e que portanto que nem ele e nem a "Igreja de Roma" seriam obedecidos.
    Não tem como escusar o movimento tradicionalista das censuras desta profecia, pois eles são um dos únicos que não obedecem ao Soberano Pontífice, ou seja, ao Papa, e muito menos à Igreja de Roma, da qual ele é o Bispo e preside na Caridade toda a Igreja.
    São os tradicionalistas que não obedecem Roma, porque segundo eles ela se tornou na Roma Modernista.
    O "homem" eleito não canonicamente, segundo as regras da Igreja, apontado por São Francisco na Profecia, só pode ser um Sacerdote Ordenado de forma ilegítima, fora da Jurisdição da Igreja, como no caso dos Bispos ordenados por Dom Marcel Lefevre.
    A excomunhão que recaiu sobre eles marca o cumprimento desta profecia, porque foram excomungados por desobediência, exatamente porque essas Sagrações foram feitas sem o Mandato Pontifício: não canonicamente.
    Mas a prova irrefutável de que São Francisco falou dos tradicionalistas está aqui: “A santidade de vida será desprezada até pelos que exteriormente a professam, pois naqueles dias Jesus Cristo lhes dará não um verdadeiro pastor, mas um destruidor.”
    Destruidor da unidade e da obediência ou da adesão e submissão interior do intelecto aos seu Magistério Infalível, tido por falível.
    Quem é que prega e defende um modo de vida santa?! Por acaso não são os tradicionalistas?!
    Esse modo exterior de vida santa fica claro pela moral ainda seguida rigidamente pelos tradicionalistas, que pela indumentária masculina e feminina procuram manter uma fidelidade exterior aos antigos costumes da tradição católica: suas mulheres usam vestidos, saias e conservam o uso do véu nas ações litúrgicas.
    Possuem um modo de vida santa exteriormente nas roupas (indumentária) e nos Ritos (liturgia), mas carecem de santidade interior por lhes faltar a obediência ao verdadeiro Pontífice Romano, pois seguem a um Pontífice ilegítimo.
    São Francisco diz que o modo de vida que eles seguem é santo só exteriormente porque eles seguem um Bispo ilegitimo, que seria dado a eles por Jesus Cristo.
    Por esse "Jesus Cristo lhes dará" deve-se entender que as Sagrações Episcopais feitas pelo Arcebispo Lefevre foram válidas, mas ilegítimas, ou seja, é Jesus que dá esse Bispo chefe dos tradicionalistas porque é verdadeiro o poder de Ordens que a Igreja transmitiu a Dom Lefevre e este a seus Bispos..
    Esse Bispo ilegitimo será um destruidor da fidelidade e da obediência ao Papa e à Igreja de Roma.
    É lei na Igreja de que o Papa a todos julga e por ninguém pode ser julgado, pois não existe um poder maior que esse na terra.
    Ora, Dom Bernard Fellay, Bispo dos Tradicionalistas, julga o Papa. Logo, ele, por esse gesto, se faz um Papa, um falso Papa.

    ResponderExcluir