segunda-feira, 24 de junho de 2013

São João Bosco ao Beato Pio IX sobre os
males futuros que podem vir para a Itália, a França e a Igreja

Don Bosco viu e transmitiu impressionantes advertências




Em 5 de janeiro 1870 São João Bosco redigiu uma carta profética endereçada ao Papa reinante, o Beato Pio IX, que foi entregue em 12 de fevereiro de 1870.

Esta carta vai no mesmo sentido daquela que reproduzimos em post anterior: São João Bosco profetiza para o Beato Pio IX: um Papa abandona Roma em ruínas, mas percebe que deve retornar

No dia 6 de janeiro de 1870, festa da Epifania ou dos Reis Magos, se reuniu a segunda Sessão do Concílio Vaticano I.

Nela, os padres conciliares fizeram, um por um a começar pelo Sumo Pontífice, a solene profissão de fé que prescreve o ritual.

Na véspera daquela histórica cerimônia, don Bosco viu num sonho o que segue.

 O próprio Santo escreveu aquilo que viu e ouviu. Trata-se do sonho 75:



“Só Deus pode tudo, conhece tudo, vê tudo. Para Deus não há passado nem futuro; mas para Ele todas as coisas estão presentes como num único ponto.

“Diante de Deus não há coisa escondida, nem em face d'Ele se contam as distâncias de lugar ou de pessoas. Só Ele na sua infinita misericórdia e pela sua glória pode manifestar as coisas futuras aos homens.

“Na vigília da Epifania do ano em curso de 1870 desapareceram todos os objetos materiais de meu quarto e me encontrei considerando coisas sobrenaturais.

“Foi coisa de breves instantes, mas deu para ver muito. Embora se tratasse de formas ou aparências sensíveis, entretanto não se pode senão com grande dificuldade comunicar aos outros com sinais externas e sensíveis.

Massacres de Paris, 10 de agosto de 1792
Johann Zoffany (1733-1810)
“Não obstante isso, se pode ter uma ideia com base no seguinte. Eis a palavra de Deus adequada às palavras do homem:

‘Do Sul vem a guerra, do Norte vem a paz. As leis da França não reconhecem mais o Criador, e o Criador se fará reconhecer e visitará esse país três vezes com o açoite da fúria.

‘Na primeira derrubará sua soberba com as derrotas, com o saque e com a destruição das colheitas, dos animais e dos homens.

Castigo sobre Paris

‘Na segunda, a grande prostituta da Babilónia, aquela que os bons chamam, suspirando, de ‘o prostíbulo da Europa’, será privada da cabeça e entregue à desordem.

‘Paris, Paris! Ao invés de te armares em nome do Senhor, te rodeias de casas de imoralidade.

‘Elas serão por ti própria destruídas. O teu ídolo, o Panteão, será transformado em cinzas, para que se torne verdadeiro que mentita est iniquitas sibi. [N.T.: Ps 26:12, “a iniquidade se enganou a si mesma”]

‘Teus inimigos te cobrirão de angústias, de fome, de pavor e da abominação das nações.

‘Mas, ai de ti se não reconheces a mão que te golpeia! Eu quero punir a imoralidade, o abandono e o desprezo de minha lei, diz o Senhor.

‘Na terceira, cairás na mão do estrangeiro: teus inimigos verão desde longe teus palácios em chamas, tuas casas transformadas em amontoados de ruínas banhadas pela sangue de teus filhos que não existem mais.

A grande prostituta da Babilônia
Ottheinrich-Bibel, Bayerische Staatsbibliothek,
Cgm 8010, Folio300r_Rev17

O grande guerreiro do Norte

‘Mas eis um grande guerreiro do Norte. Ele carrega um estandarte na sua mão direita, onde está escrito: ‘Mão irresistível do Senhor’

‘Naquele momento, o venerável Velho do Lácio foi ao seu encontro agitando uma tocha flamejante.

‘Então o estandarte se dilatou e, de negro que era, tornou-se branco como a neve.

‘No meio do estandarte apareceu escrito, em caracteres de ouro, o nome de quem tudo pode.

‘O guerreiro, com os seus, fez uma profunda reverência para o Velho e apertaram-se as mãos.

O mundo revoltar-se-á contra o bom Papa Pio IX

‘Agora a voz do céu é para o Pastor dos Pastores:

'Tu estás na grande conferência com os teus assessores, mas o inimigo do bem não tem um instante de repouso.

‘Ele estuda e pratica todas as artes contra ti.

‘Semeará a discórdia entre os teus assessores, criará inimigos entre teus filhos'.

‘As potências do mundo vomitarão fogo e gostariam que as palavras fossem sufocadas na garganta dos guardiões da minha lei.

Juízo Final, Hans Memling (1430-1494), detalhe
‘Isso não acontecerá.

‘Estarão agindo mal e fazendo mal a si mesmos.

‘Acelera: se as dificuldades não se resolverem, que sejam eliminadas.

‘Se estiveres em angústias, não pares, mas continua até que seja cortada a cabeça da hidra do erro.

‘Esse golpe fará tremer a terra e o inferno; mas o mundo estará seguro e todos os bons ficarão exultantes.

‘Reúne em torno de ti ainda que apenas dois assistentes, mas seja aonde fores, continua e termina a obra que te foi confiada.

‘Os dias correm velozes, os teus anos avançam no número estabelecido, mas a grande Rainha intervirá sempre para te ajudar e no futuro, do mesmo modo que nos tempos passados, será sempre magnum et singulare in Ecclesia praesidium. [N.T.: grande e especial protetora da Igreja]

O castigo de Roma e do clero prevaricador

‘Mas a ti, Itália, terra de bênçãos, quem te mergulhou na desolação?...

‘Não apontes os inimigos, mas os teus amigos.

‘Não ouves que teus filhos pedem o pão da fé e não se encontra quem o distribua?

‘Que farei? Baterei nos pastores, dispersarei o rebanho para que os sentados na cadeira de Moisés procurem bons pastos e o rebanho, docilmente, ouça e se alimente.

‘Mas sobre o rebanho e sobre os pastores pesará minha mão.

‘A carestia, a peste e a guerra farão com que as mães chorem o sangue dos filhos e dos maridos mortos em terra inimiga.

‘E de ti, Roma, que será? Roma ingrata, Roma efeminada, Roma soberba.

‘Tu chegaste a tal ponto que não procuras outra coisa, nem nada mais admiras em teu soberano senão o luxo, esquecendo que tua e sua glória está sobre o Gólgota.

‘Agora ele está velho, caduco, inerme, despido, entretanto com a palavra que é sua serva faz estremecer o mundo todo.

‘Roma! Eu te visitarei quatro vezes.

‘Na primeira golpearei as tuas terras e os seus habitantes.

Torre de Babel, Peter Bruegel o velho (1525 -1569), detalhe
‘Na segunda, levarei a destruição e o extermínio até os teus muros. Não abres ainda os olhos?

‘Virei a terceira vez e derrubarei as defesas e os defensores e o comando do Pai será substituído pelo reino do terror, do medo e da desolação.

‘Mas os meus sábios fogem. A minha lei continua sendo pisada.

‘Por isso farei a quarta visita. Ai de ti se minha lei ainda for uma palavra vã para ti!

‘Acontecerão prevaricações de sábios e de ignorantes. O teu sangue e o sangue de teus filhos lavarão as manchas feitas por ti à lei do teu Deus.

‘A guerra, a peste e a fome são flagelos com os quais serão castigadas a soberba e a malícia dos homens.

‘Onde estão, ó ricos, vossas grandezas, vossas mansões, vossos palácios? Tornaram-se o lixo das praças e das ruas.

‘E vós, ó sacerdotes, por que não correis a chorar, entre o vestíbulo e o altar, invocando a suspensão dos flagelos?

‘Por que não tomais o escudo da fé e subis aos telhados, vais ás casas, às ruas, às praças, a todos os lugares, mesmo os inacessíveis, para levar a semente da minha palavra?

"Mas a Augusta Rainha dos Céus está presente"
‘Ignorais que essa é a terrível espada de dois gumes que abate os meus inimigos, que rompe a ira de Deus e dos homens?

Nossa Senhora triunfará

‘Esses fatos ocorrerão inexoravelmente, um após o outro.

‘Os fatos se sucedem de forma lenta demais.

‘Mas a Augusta Rainha dos Céus está presente.

‘A potência do Senhor está em suas mãos. Dispersa como a neblina os seus inimigos. Reveste novamente o Velho Venerável com todas os seus antigos paramentos.

‘Ocorrerá ainda um furacão violento.

‘Consumada a iniquidade, o pecado terá fim e antes que se passem dois plenilúnios no mês das flores, o arco-íris da paz aparecerá sobre a Terra.

‘O grande Ministro verá a esposa de seu rei vestida para festa.

‘Em todo o mundo aparecerá um sol tão luminoso como não o foi jamais, desde as chamas do Cenáculo até hoje, nem jamais será visto até o último dos dias”.

FONTES
1) Archivio Salesiano Centrale, Roma, (AS S132 Sogni 1). Fotocopia del manoscritto di Don Gioacchino Berto segretario, con postille marginali autografe di San Giovanni Bosco, descritto e trascritto da Don Angelo Amadei nel vol. X delle Memorie Biografiche.
2) P. Giovanni Battista Lemoyne S.D.B., “Memorie Biografiche del Venerabile Don Giovanni Bosco”, Tipografia S.A.I.D. “Buona Stampa”, Torino, 1917, volume IX. (Appendice “B”, págs. 999-1000). [SDP, 630-88]
3) Cecilia Romero, “I sogni di Don Bosco – edizione critica”, Elle Di Ci, Leumann (Torino), 1978, págs. 27-32). [SDP 402-95]

4 comentários:

  1. Dufaur,

    Você saberia me informar quais os decretos não foram votados no Concílio Vaticano que foi interrompido em 1870?

    Desde já, agradecido!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente não sei, e gostaria muito saber! Tal vez algum especialista fez a lista.
      Porém, não é fácil. Pois deve ter uma lista dos desejos do Beato Pio IX. Mas do desejo à publicação há bastante discussão, aja vista a oposição dos 'progressistas' da época no recinto conciliar à infalibilidade pontifícia!
      Além do mais, nos documentos finais, se tudo tivesse corrido bem, estariam incluídas iniciativas boas de bispos e religiosos.
      Por exemplo o Bem-aventurado Padre Palau encaminhou a Pio IX um documento muito bem feito pedindo que o Vaticano I pusesse os sacerdotes todos em pé de guerra contra o demônio, sistematizando e promovendo a prática do exorcismo como estava no Ritual Romano, e em escala universal.
      No Exorcismo publicado pelo Papa Leão XIII encontra-se o linguajar do Beato Palau, provando que a proposta dele poderia ter prosperado. E assim pode ter havido outras propostas boas que poderiam ter sido aprovadas sem estar originalmente nos planos do Beato Pio IX.
      Atenciosamente

      Excluir
  2. Dufaur,

    Você saberia me dizer se a profecia do Grande Monarca Francês e do Papa Angélico é verídica?

    Grato!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Witalo VS:
      Nos termos exatos que V. reproduz (Grande Monarca Francês e do Papa Angélico) não conheço.
      Porém a perspectiva da vinda do 'Grande Monarca' (ou algum enviado de Deus comparável) e de um Grande Papa para repor todas as coisas em seu lugar, encerrar o caos da nossa época e abrir uma nova época histórica onde vai brilhar sem igual a Igreja Católica foi muito tratada pelo Venerável Holzhauser.
      Confira na página com os escritos dele, especialmente este link: https://aparicaodelasalette.blogspot.com.br/p/veneravel-bartolomeu-holzhauser.html#15080202a
      É de observar que o Venerável Holzhauser fez um trabalho muito raciocinado. E sobre esse raciocínio incidiu, como é geralmente reconhecido, uma especial inspiração sobrenatural.
      Atenciosamente

      Excluir