segunda-feira, 16 de julho de 2012

Santa Hildegarda: orgulho e sensualidade serão os motores da revolta universal contra a Igreja. Semelhanças com a hora presente.

Santa Hildegarda viu no Apocalipse a descrição  de uma época de decadência muito parecida com a nossa
Santa Hildegarda viu no Apocalipse a descrição
de uma época de decadência muito parecida com a nossa
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs







Prossegue Santa Hildegarda de Bingen, no comentário do Livro do Apocalipse:

“VIII. “E vi aparecer um cavalo esverdeado. Seu cavaleiro tinha por nome Morte; e a região dos mortos o seguia. Foi-lhe dado poder sobre a quarta parte da terra, para matar pela espada, pela fome, pela peste e pelas feras” (Ap 6,8).

“Isto se interpreta assim: o cavalo descrito deste modo é o tempo em que todas as coisas conformes com a lei e cheias da justiça de Deus serão consideradas nada, como as coisas sem cor, e então os homens dirão: ‘Não sabemos o que fazemos e os que nos deram estas ordens não sabiam o que diziam’.

"Deus em sua cólera julgará estas obras e se vingará
destruindo completamente as obras dos maus
“E assim, sem medo nem temor pelo julgamento de Deus, desprezarão todos os bens, persuadidos pelo diabo a fazer estas coisas.

“Mas Deus em sua cólera julgará estas obras e se vingará destruindo-as completamente, porque dará morte àqueles que não se arrependam e os condenará ao inferno.

“Nesse tempo, haverá por todas as partes da terra combates com a espada, os frutos da terra desaparecerão, e os homens morrerão de morte súbita ou pelas mordidas das feras.

“IX. A antiga serpente se regozija com todos estes castigos com os quais o homem se vê castigado na alma e no corpo.

“Ela que perdeu a glória celeste, não quer que o homem a alcance.

“Na verdade, quando percebeu que o homem ouviu seu conselho, começou a planejar fazer guerra a Deus, dizendo: ‘Através do homem, levarei a cabo todos os meus propósitos’.

“Pois, em seu ódio, inspirou todos os homens a se odiarem com o mesmo mau sentimento, para que se matassem uns aos outros.

“E disse: ‘Farei com que os homens morram, perdê-los-ei mais do que a mim mesma, que já estou perdida, porque eu estou viva, mas eles não estarão’.

“E enviou seu sopro para que a sucessão dos filhos dos homens se extinguisse, e então os homens se tomaram de paixão por outros homens, perpetrando atos vergonhosos.

“E a serpente, sentindo gozo nisso, gritou: ‘Esta é a suprema ofensa contra quem deu o corpo ao homem, que a forma deste desapareça, por ter evitado a relação natural com as mulheres’.

O diabo inspirará as práticas homossexuais
visando extinguir o homem
“É, pois, o diabo quem os persuade a se tornarem infiéis e sedutores, para se odiarem e se matarem, convertendo-se em bandidos e ladrões, porque o pecado da homossexualidade leva às mais vergonhosas violências e a todos os vícios.

“E quando todos estes pecados tiverem se manifestado ao mesmo tempo no povo, então a vigência da Lei de Deus será quebrada e a Igreja será perseguida como uma viúva.

“E os príncipes, os aristocratas e os ricos serão despojados de suas posses pelas pessoas de menor condição, e serão expulsos de cidade em cidade, sua nobreza será aniquilada e os ricos se verão reduzidos à pobreza.

“Todas estas coisas acontecerão quando a antiga serpente instilar no povo a vontade de mudar de roupas e costumes.

“Os homens obedecerão a ela, acrescentando aqui um detalhe, tirando outro em outro lugar, ansiosos de novidades e mudanças constantes.

“O antigo inimigo e todos os outros espíritos malignos, que perderam sua beleza, mas não o sopro da racionalidade, por medo de seu Criador não mostram a nenhuma criatura mortal a forma de sua perdição tal como ela é.

Urna com as reliquias da Santa, Bingen, Alemanha
“Mas com suas sugestões infundem insídias entre todos os homens, a cada um de um modo diferente, porque em todas as criaturas acham algo de sua malícia.

“Entretanto, Deus iniciou uma grande batalha contra a sua impiedade através da razão do homem que resiste aos raciocínios diabólicos e os confunde.

“Esta luta durará até o fim dos tempos, quando serão confundidos em tudo e por tudo, e o homem que os tiver vencido obterá como recompensa a vida eterna.”


(Fonte: Santa Hildegarda, Livro das Obras Divinas. Liber Divinorum Operum).



6 comentários:

  1. Graça e Paz.
    Não preciso dizer que sou fã numero 1 de suas publicações, mas o que mais me dar alento, é que falamos na maioria das vezes do mesmo assunto. Neste mês falei sobre Nossa Senhora Rosa Mística e ela fala de que o Senhor Jesus quer praticar a sua Justiça, por causa das impureza, falei tb sobre Nossa Senhora de La Sallete, que tb fala de que já aguenta suster o braço de Seu Filho, além de Fátima. Amigo, a impureza, se não colaborar-mos com intensidade na oração, vai levar muitos para o inferno. Nossa Senhora Rosa Mística nos pede, oração, sacrifício e penitência. Continue sendo esta pessoa toda de Deus. Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Olá, a Paz!
    Gostaria de fazer um video com as citações feitas neste artigo e se possivel com as imagens tambem e compara-las com imagens atuais, acho que desde a revolução feminista e hippie. E mais atualmente, imagens de marchas, só para ilustrar como que essas visões estão se concretizando! Mas seria algo bem simples visualmente.Posso utilizar o arranjo desse artigo, as citações escolhidas e as imagens e na descrição mencionar o blog?
    É só para colocar no youtube mesmo.

    ResponderExcluir
  3. Olá Luis Dufaur,
    Você saberia me dizer se ha explicações sobre esta parte especificamente da profecia? Algum esclarecimento?Estou buscando mais especificamente do trecho
    "“É, pois, o diabo quem os persuade a se tornarem infiéis e sedutores, para se odiarem e se matarem, convertendo-se em bandidos e ladrões, porque o pecado da homossexualidade leva às mais vergonhosas violências e a todos os vícios."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na carta de São Paulo aos Romanos há elementos que podem ajudar a interpretar esse trecho: http://www.bibliacatolica.com.br/01/52/1.php

      Excluir