quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Início do Segredo: decadência do clero atrairá a vingança divina

Nossa Senhora confia o Segredo em La Salette
Assim começa o segredo:

“Mélanie, o que vou dizer-vos agora não ficará sempre segredo, podereis publicá-lo em 1858.

“Os sacerdotes, ministros de meu Filho, pela sua má vida, sua irreverência e impiedade na celebração dos santos mistérios, pelo amor do dinheiro, das honrarias e dos prazeres, tornaram-se cloacas de impureza.

“Sim, os sacerdotes atraem a vingança e a vingança paira sobre suas cabeças. Ai dos sacerdotes e das pessoas consagradas a Deus, que pela sua infidelidade e má vida crucificam de novo meu Filho!

“Os pecados das pessoas consagradas a Deus bradam ao Céu e clamam por vingança. E eis que a vingança está às suas portas, pois não se encontra mais uma pessoa a implorar misericórdia e perdão para o povo. Não há mais almas generosas, não há mais ninguém digno de oferecer a vítima imaculada ao [Pai] Eterno em favor do mundo”.



Estas palavras iniciais do segredo foram das que causaram mais polêmicas. Sobretudo a referência aos maus sacerdotes que “se tornaram cloacas de impureza”.

Não é raro encontrar até nos escritos de santos e bem-aventurados expressões fortes como esta a respeito de situações deploráveis. É o caso, entre outros, dos escritos da Bem-aventurada Elisabeth Canori-Mora.

Deus também falou com severidade sobre os pecados do clero à Beata Isabel Canori Mora
Beata Isabel Canori Mora
No processo de beatificação, o censor eclesiástico aprovou o diário da Beata Elisabeth justificando:
“Lamentações deste gênero, expressas por vezes com linguagem ainda mais vibrante, não são absolutamente nenhuma novidade nos escritos dos Servos de Deus, para os quais, se era doloroso ver a corrupção no povo, muito mais era ter que deplorá-la nos ministros do santuário”.
Respondendo à dificuldade dos que achavam inverossímil que os termos “cloaca de impureza” se aplicassem a sacerdotes, Mélanie escreveu em carta ao Pe. Faure: “Eu reconheci uma dezena!”.

Ela se referia ao fato que durante a locução de Nossa Senhora, o fundo do panorama alpino se transformou numa espécie de telão gigante onde os videntes viam representada a realização das palavras de Nossa Senhora.

No tempo de Mélanie havia muitos sacerdotes santos e virtuosos que ela própria conheceu, alguns já canonizados. A respeito destes, o segredo tem uma linguagem totalmente diferente.

Na redação oficial de 6 de julho de 1851, Mélanie escreveu: “Os sacerdotes, as religiosas e os verdadeiros servidores de meu Filho serão perseguidos, e muitos morrerão pela fé de Jesus Cristo”.


3 comentários:

  1. e realmiente fico extasiado com estas revelacion... puedo percebier que las armas deste mundo, estão perdidas del tamaño pecado!!!

    ResponderExcluir
  2. pobrez armas, fico impressionado con esas revelaciones, piesando bien...pobres del nois vivemos en uno mundo so del pecado!!! despues del ver aqui tudo eso que vi, haço una reflexão dios me perdoi

    ResponderExcluir
  3. QUANTOS MAIS PESSOAS IMPLORAREM A MISERICÓRDIA DE DEUS ,NOSSO SENHOR JESUS CRISTO OUVIRÁ E VIRÁ EM SOCORRO DOS PECADORES, EU CREIO NA INFINITA MISERICÓRDIA DE DEUS. MAS É PRECISO MUITA ORAÇÃO E RENÚNCIA AO PECADO, FORTALEZA QUE SOMENTE DEUS NOS PODE DAR.

    ResponderExcluir