quarta-feira, 27 de julho de 2011

Jornais desencadeiam estrondo publicitário contra La Salette


Enquanto que as graças ligadas à aceitação da aparição de Nossa Senhora em La Salette operavam uma verdadeira regeneração moral, os inimigos de La Salette, católicos liberais e anticatólicos, ficavam cada vez mais incomodados.

De início, os jornais laicistas e anticlericais do tempo tentaram abafar o acontecimento. Mas, com tantas peregrinações e milagres, o silêncio ficou insustentável.



Em pouco tempo começaram a veicular versões deturpadas ou caricatas, e até virulentos ataques contra La Salette e contra a Igreja.

O “Patriote des Alpes” foi o primeiro jornal de Grenoble a dedicar algumas linhas ofensivas à aparição: “Estúpida invenção acolhida pela imbecilidade de alguns, explorada pelo charlatanismo descarado de outros”, escreveu com insolência.

Logo haveria de ser imitado por outros jornais de Paris e Lyon. Em geral essas mesmas publicações se recusavam a publicar retificações ou simples testemunhos da verdade dos fatos de La Salette enviados por leitores.

Faziam exceção os jornais católicos legitimistas, rotulados de ultramontanos ou contra-revolucionários. Estes eram numerosos, mas não tinham a imensa tiragem dos anti-clericais.

Um comentário:

  1. Jesus disse que estaria conosco até os fins dos tempos. Que Deus tenha piedade dos responsáveis por estas publicações quando da abertura dos seus "Livros da Vida". Nossas orações para a conversão deles. Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo. Amém.

    ResponderExcluir