quarta-feira, 20 de julho de 2011

Primeiros milagres logo após a aparição


Pouco tempo após a aparição se constataram os primeiros milagres. Em 16 de abril de 1847, sete meses depois da aparição, verificou-se em Avignon a cura miraculosa da irmã Saint-Charles enquanto rezava uma novena a Nossa Senhora de La Salette.

Em 14 de maio do mesmo ano aconteceu a cura milagrosa de Soror Saint-Antoine Granet, religiosa do Santíssimo Sacramento, também em Avignon. Ela sofria diversas doenças constatadas por médicos diferentes. A cura deu-se no fim de uma novena, durante a qual a religiosa bebeu água da fonte de La Salette.



Em 4 de março de 1849, o arcebispo de Sens, Mons. Mellon Jolly, proclamou oficialmente a cura miraculosa de Antoinette Bollenat. Este prodígio sobrenatural foi relevante.

A maioria dos milagres não é proclamada canonicamente porque os beneficiados não conseguem reunir as provas e certidões científicas do milagre, exames, diagnósticos e outros documentos do estado de saúde antes e depois da cura maravilhosa. Por vezes eles não têm essa documentação, ou não a apresentam à autoridade eclesiástica ou médica competente para ser julgada.

Não foi este o caso de Antoinette Bollenat. Os documentos e as testemunhas existiam, foram reunidos e entregues aos médicos e ao arcebispado. Mons. Jolly emitiu julgamento e reconheceu o milagre canonicamente.

Eis as palavras do arcebispo no ato de proclamação do milagre:

“Declaramos para a glória de Deus, glorificação da Santíssima Virgem e edificação dos fiéis, que a cura de Antoinette Bollenat, operada em 21 de novembro de 1847, após uma novena à Santíssima Virgem Mãe de Deus invocada com o nome de Nossa Senhora de La Salette, apresenta todas as condições e todas as características de uma cura miraculosa e constitui um milagre de terceira ordem”.
Em termos quase idênticos, os bispos de Verdun, em 1º-8-1849, e de La Rochelle, em 12-1-1855, reconheceram oficialmente mais duas curas milagrosas devidas a Nossa Senhora de La Salette.

Nenhum comentário:

Postar um comentário